Compartilhar:

O mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) encerrou o dia em alta, motivada principalmente por um movimento de expectativa em relação ao discurso de Donald Trump no Congresso americano na noite de hoje (28).

O vencimento março/17 encerrou com alta de 14 pontos, a US$10,25/bushel. Já o vencimento maio/17 teve alta de 15,25 pontos, a US$10,37/bushel. Os vencimentos julho/17 e agosto/17 encerraram com alta de 14,60 pontos, a US$10,45/bushel, ambos.

O analista de mercado Matheus Pereira, da AgResource, aponta que o mercado se encontra agitado e com alto nível de especulação, o que é chamado de Turn Around Tuesday na CBOT. Com fundos cobrindo posições vendidas durante o mercado noturno, houve um efeito de inércia na abertura desta manhã, entretanto, há um "movimento muito forte e especulativo em resposta aos rumores de que a administração de Trump estaria perto de uma ordem executiva direta ao mandato do Programa de Combustíveis Renováveis (RFS). Entretanto, não passaram de rumores", diz o analista.

O índice global MSCI ACWI subiu mais de 8% desde a eleição de Donald Trump em novembro, em expectativa de uma administração pró-negócios, mas caiu 1% nesta manhã em Nova York, uma vez que os investidores estão preocupados que Trump revele planos concretos para realizar suas promessas de campanha, como aponta a Reuters.

A intensidade da especulação nesta manhã chegou a colocar os preços da soja maio em $ 10,56. Depois da "calmaria" fechou em $ 10,35

Já no mercado interno, a tendência é que os novos negócios ocorram somente após o feriado de Carnaval, na quinta-feira (02). Porém, fatores como os preços baixos em Chicago e o dólar em patamares nada remuneradores ao produtor - girando em torno de R$ 3,10 - podem fazer com que os negócios sigam parados no Brasil.

Os últimos preços registrados não remuneram o produtor em boa parte do país - em Campo Novo do Parecis/MT - a R$ 69,00 - como é o caso de Ponta Grossa/PR. Nos portos, no balanço semanal, as perdas foram de até 4,05% - ou R$ 3,00 por saca - e os indicativos estão cada vez mais próximos dos R$ 70,00.

No terminal de Rio Grande, R$ 72,20 no disponível e R$ 74,00 por saca no mercado futuro. Já em Paranaguá, as referência para ambos os casos foi a R$ 71,00. Em Santos, R$ 71,90 e no porto de Imbituba, R$ 72,00 como último preço.