Compartilhar:

Os preços da soja praticados na Bolsa de Chicago sobem nesta manhã de quarta-feira (15). Perto de 7h50 (horário de Brasília), as posições mais negociadas subiam entre 6,75 e 7,50 pontos, com o maio/17 - referência para os negócios com a safra nacional - valendo US$ 10,06 por bushel.

O mercado internacional parece buscar uma recuperação após algumas sessões consecutivas de baixas. E os recuos dos últimos dias, como explicam analistas e consultores, puxam os investidores de volta à ponta compradora do mercado. 

"O mercado de grãos está na chamada 'busca por barganha' depois do recente declínio dos preços. Além disso, o petróleo está em alta e o dólar, nos EUA, em queda, o que também favorece uma retomada das cotações. E, no macrocenário, os mercados continuam a esperar pela decisão do FED sobre os juros nos EUA, o que ainda causa algum ajuste em suas posições", diz o consultor da Allendale, de Illinois, Paul Georgy. 

Entre os fundamentos, segue a potente demanda presente nos negócios - e ajudando a manter os preços na casa dos US$ 10,00 por bushel - ao mesmo tempo em que se conclui a safra sul-americana e se desenha a nova safra dos Estados Unidos.