Compartilhar:

O plantio da safra 2017/2018 de soja chegou na quinta-feira (19/10) a 20% da área estimada para o Brasil, ante 12% uma semana antes, 29% um ano atrás e 19% na média de cinco anos. Os dados são do levantamento semanal da AgRural. Mais uma vez, quem puxou o ritmo dos trabalhos foi o Paraná. Com plantio de 23% em uma semana, a área já semeada no estado chegou a 53%. Com níveis favoráveis de umidade no solo, Santa Catarina também teve uma boa semana, passando de 8% para 22%. O percentual plantado nos dois estados está à frente do ano passado e da média de cinco anos.

Irregularidade das chuvas 
No Centro-Oeste, por outro lado, a irregularidade das chuvas continua dificultando o avanço das máquinas. Em Mato Grosso, onde o plantio havia praticamente parado no fim da semana passada, as atividades foram retomadas na terça-feira (17/10), após o registro de algumas boas chuvas em parte do estado. Mesmo assim, os 27% semeados em Mato Grosso até a quinta-feira (19/10) estão atrás dos 47% do ano passado e dos 28% da média de cinco anos. Além disso, alguns produtores já começam a falar sobre a necessidade de replantio em algumas áreas pontuais. Ainda é cedo, contudo, para avaliar a extensão dessas áreas.

Em Goiás, as plantadeiras ficaram paradas ao longo da semana, deixando o percentual plantado nos mesmos 3% de 12/out. A média de cinco anos para o estado é de 11%. Mato Grosso do Sul, em contrapartida, teve chuvas mais generosas e com melhor distribuição – especialmente no sul do estado -, que permitiram que o plantio avançasse de 14% para 30% em uma semana. Mesmo assim, há um ligeiro atraso em relação aos 32% da média de cinco anos. Também já há plantio no Rio Grande do Sul (1%, em linha com a média), São Paulo (19%, acima da média) e Minas Gerais (2%, em linha com a média), além de Rondônia (35%) e Pará (1%).

Fonte: Agrolink